Polícia prende suspeito de participar do ataque à deputada Martha Rocha

By | janeiro 17, 2019
Deputada Martha Rocha

Policiais militares prenderam um dos suspeitos de participar da tentativa de latrocínio à deputada Martha Rocha. Na noite desta quarta-feira (16) policiais do Batalhão de Olaria receberam informações de que um carro teria sido roubado na área na zona norte e abandonado no local por criminosos armados.

Os militares realizaram um cerco e localizaram os bandidos. De acordo com a PM, três pessoas foram presas e um dos acusados confessou ter participado do crime.

O titular da Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro, Giniton Lages, já havia confirmado que as investigações apontavam para tentativa de roubo seguido de morte.

Segundo o delegado, as imagens do momento em que houve o ataque ao carro da parlamentar comprovam esta conclusão, de que não tratou-se de uma tentativa de homicídio.

O carro da deputada de 59 anos foi alvo de tiros, no domingo 913), no bairro da Penha. Ela estava a caminho de uma igreja, em companhia da mãe de 88 anos. No dia do crime, Martha Rocha declarou que chegou a ver um homem vestido de preto que segurava um fuzil.

Para o delegado, o roubo do carro só não se completou, porque o motorista de Martha Rocha, o subtenente reformado da Polícia Militar Geonísio Medeiros, foi ágil e conseguiu sair do local em velocidade.

Durante o crime, o motorista foi atingindo na perna. Ele foi levado ao hospital e liberado em seguida. Nem a deputada nem a mãe ficaram feridas.

Martha Rocha foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio e teve atuação de destaque no processo de criação das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher. Em outubro de 2018, foi eleita para o segundo mandato como deputada na Assembleia Legislativa do estado.

Fonte EBC Notícias

144 Visualizações
Compartilhe