Presidente Bolsonaro afirma que manchas de óleo no Nordeste podem vir do exterior

By | outubro 7, 2019

O governo federal ainda não divulgou o nome, mas informou que um país é apontado como origem do derramamento de óleo que gerou manchas nos litorais de todos os estados da região Nordeste.

Cerca de 140 navios de outros países fizeram rotas nas proximidades e podem ter vazado o produto. É o que disse o presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Aproximadamente 140 navios fizeram esse trajeto por aquela região, e pode ser algo criminoso, pode ser acidental, pode ser um navio que naufragou também. É complexo, temos no radar um país que pode ser a origem do petróleo, porque está constatado que o petróleo tem um ‘DNA’. Ele não é produzido no Brasil e nem comercializado no país”.

A declaração foi nesta segunda-feira, depois que o presidente coordenou uma reunião por videoconferência com diversos ministros e representantes de estados atingidos. Jair Bolsonaro lamentou que o responsável pelo vazamento não tenha comunicado o acidente ao Estado brasileiro.

“Um vazamento desses, o que seria natural era o comandante do navio informar. Porque acidentes acontecem. E com esse navio infelizmente isso não aconteceu”.

O presidente Bolsonaro disse, ainda, ter certeza de que a mancha vai afetar negativamente o turismo na região Nordeste. Sobre o assunto, acrescentou que aguarda o retorno do ministro da pasta, Marcelo Álvaro Antônio, que está no exterior.

Bolsonaro
59 Visualizações