Chile registra sete mortes e cerca de 1,5 mil presos após ataques na capital

By | outubro 21, 2019

Após violentos ataques promovidos por organizações de extrema esquerda nas ruas de Santiago nos últimos três dias, as 27 estações de metrô voltam a funcionar nesta segunda-feira (21).

O centro da capital registra semáforos quebrados, lojas saqueadas e ônibus incendiados, após a intensificação de confrontos violentos entre militantes esquerdistas e forças de segurança, no domingo (20).

Sete pessoas morreram e 1,5 mil pessoas foram presas. As informações com Maria Paula Carvalho, da RFI.

175 Visualizações