PM que espancou dona de lanchonete em Jacarepaguá vira réu por lesão corporal

By | maio 4, 2019

O policial militar Augusto Cesar Lima Santana, preso após espancar a dona de uma lanchonete em Curicica, Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, virou réu e vai responder por lesão corporal grave, constrangimento ilegal, ameaça e falsa identidade por ser apresentar à polícia como um delegado da Polícia Federal. A decisão foi dada nesta sexta-feira pelo desembargador Caio Itálo França David, da 2ª Vara Criminal da Região de Jacarepaguá, dentro do processo que julgava um Habeas Corpus do militar, que acabou sendo negado.

A agressão aconteceu após o cabo ficar insatisfeito com um dos sanduíches que ele pediu por um aplicativo de comidas. Ele queria o lanche sem molho. Irritado, ele foi ao local tirar satisfações com os funcionários. Imagens de câmeras de segurança registraram o momento que o agressor chega ao local. Dois entregadores da loja — que estava na calçada — foram rendidos e apanharam. Logo em seguida, o homem entrou na lanchonete e começou a espancar a dona do empreendimento com socos tapas, coronhas e até puxões de cabelo ao ser arrastada pelo PM.

PM Augusto Cesar Lima Santana
PM Augusto Cesar Lima Santana
494 Visualizações