Acusado de matar Capitão PM em Jacarepaguá é morto em confronto com a polícia

By | maio 10, 2019

O traficante Dionísio Vieira da Cruz, o Nisinho do Gambá, 31 anos, foi morto nesta sexta-feira durante um confronto com policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) no São João, Engenho Novo, Zona Norte do Rio. De acordo com as primeiras informações, os policiais civis trocaram tiros com Nisinho durante uma operação na favela. 

Dionísio era procurado, com seis mandados de prisão em aberto, e o Portal dos Procurados oferecia R$ 5 mil por informações sobre seu paradeiro. Ele é um dos acusados de matar o capitão PM Anderson Azevedo Galvão em uma barbearia no Pechincha, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. Nisinho também teve envolvimento em um assalto que resultou na morte do agente da Core Fabiano Ribeiro Besada Rodrigues, 33 anos, em 2016 no Méier. Na ocasião, o policial foi emboscado por vários criminosos, conseguiu reagir e baleou e matou outros dois, mas não resistiu aos ferimentos. 

Envolvidos em morte de PM procurados

Os outros dois envolvidos na morte de Anderson são um homem não identificado e Edir da Silva Pereira, 35. O Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 5 mil para quem der informações que levem à captura deles.

De acordo com as investigações, Edir estava dirigindo o carro usado pelos criminosos para irem a barbearia. Os policiais estão tentando identificar quem atirou em Anderson.

2.625 Visualizações