Milicianos cobram moradores da Praça Seca por meio de boletos

By | abril 22, 2019

O pagamento é referente aos serviços de segurança, caixa d’água e gato net

Milicianos da Praça Seca, na Zona Norte do Rio, sofisticaram a forma de cobrança aos moradores. Agora, boletos bancários são entregues nas casas da comunidade da Chacrinha. O pagamento anual é de R$ 540,00, referente aos serviços de segurança, caixa d’água e gato net. Mas o valor ainda pode ser pago em nove parcelas de R$ 60,00.

Um ouvinte que mora no bairro e prefere não se identificar conta que os milicianos passaram de casa em casa, na Rua Comandante Luiz Souto, distribuindo o documento. No boleto é possível ver que o nome do beneficiário é Viviane Carvalho de Oliveira, mas o e-mail está em nome de Alexandre Fortunato.

Outro ouvinte que prefere não se identificar conta que já faz mais de uma semana que o governador anunciou a ocupação da PM na Praça Seca, mas na verdade o que ocorreu foi a tomada das favelas que havia o tráfico, como o Morro da Barão, Bateau Mouche, Covanca, Tanque e Pendura Saia. Porém, segundo esse morador, o problema da milícia não foi resolvido. Os milicianos continuam impondo que todos paguem e comprem o gás e o gato net deles.

A Polícia Militar informou que as equipes policiais do Batalhão de Jacarepaguá tem atuado preventivamente no bairro Praça Seca.

Milícia Praça Seca
Milicianos no morro do Jordão
1.802 Visualizações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *