Mulher desmente estupro de bombeiros em Copacabana

By | março 1, 2019

A mulher que procurou a polícia para dizer que foi estuprada por um militar do corpo de bombeiros, retirou a queixa após alegar estar sob o efeito de alcool e drogas. A afirmação é da delegada Valéria Aragão, que ouviu a suposta vítima por mais de três horas, na delegacia de Copacabana, na Zona Sul do Rio.

O caso aconteceu por volta do meio dia desta sexta-feira (01), na altura do posto 2 da Praia. A mulher que é garota de programa disse em depoimento que trocou beijos com um dos militares, e que depois decidiu ir embroa.

A mulher foi encaminhado para o Instituto Médico Legal que realizou um exame para confirmar a versão dela, de que não houve relação sexual entre ela e o acusado.

O caso será apurado internamente pelo Corpo de Bombeiros. Em nota, o Corpo de Bombeiros informou que não compactua com ações que vão de encontro com a ética e os bons costumes.

243 Visualizações