Agentes do Degase são ameaçados por traficantes na Baixada e têm carro alvejado por tiro

By | março 28, 2019

Agentes de Segurança que trabalham no Centro de Atendimento Integrado de Belford Roxo (CAI-Baixada), unidade de internação do sexo masculino, procuraram o sindicato dos servidores (Sind-Degase) para relatar inúmeras ameaças que estão sofrendo por parte dos traficantes da favela Gogó da Ema, dominada pela facção Amigos dos Amigos (ADA). Os Agentes enviaram foto do livro-ata, onde são registradas as ocorrências da unidade, onde relatam que traficantes de drogas frequentemente circulam fortemente armados, em comboios de carros, ameaçando os servidores, que trabalham desarmados e nada podem fazer.

Por volta da meia noite desta terça-feira (28/03), Agentes que trabalhavam na portaria da unidade foram surpreendidos por um “bonde” composto por três a quatro veículos repletos de traficantes armados com fuzis e pistolas. No momento em que viram os funcionários no local, apontaram suas armas para eles e proferiram ameaças de morte. O local acautela diversos internos condenados por tráfico de drogas que pertencem à facção criminosa que controla a região. Os Agentes relatam que não sabem mais o que fazer para terem o mínimo de segurança no trabalho, o que repercute diretamente na segurança dos internos e no andamento das atividades. Os servidores relatam que durante a noite, uma boca de fumo é instalada em um dos acessos à unidade. Temendo represálias, os Agentes do Degase não registraram ocorrência.

Em Março de 2017, uma moto com dois traficantes armados com pistolas, obrigou os Agentes a abrirem o portão e chegou a invadir o pátio interno da unidade, onde proferiram ameaças para servidores e internos da facção rival que cumpriam medida no local. O Deputado Estadual Bruno Dauaire visitou a unidade e constatou a insegurança do local, encaminhando ofício ao General Richard Nunes, que na época era o responsável pela extinta Secretaria de Segurança, solicitando policiamento para o local.

Carro alvejado

Na manhã desta quinta-feira (28/03), um Agente do Degase teve o seu carro alvejado, dentro da unidade, por um disparo de arma de fogo, durante tiroteio que acontecia na comunidade local.

Livro ata com a ocorrência de ameaças
Carro de agente atingido por tiro
585 Visualizações