Na Venezuela, deputados denunciam ataques à caravana com ajuda humanitária

By | fevereiro 22, 2019

A fronteira da Venezuela com o Brasil segue fechada após anúncio do presidente Nicolás Maduro de bloqueio fronteiriço por tempo indeterminado, a partir dessa quinta-feira (21). Normalmente a fronteira é fechada durante a noite e reaberta pela manhã, o que, dessa vez não ocorreu.

Maduro avalia também o fechamento da fronteira colombiana, onde está a cidade de Cúcuta, que centraliza os repasses de doações para os venezuelanos.

Durante a madrugada, ônibus que seguem para Cúcuta, em busca de ajuda humanitária, foram atacados. A deputada venezuelana Mariella Magallanes denunciou a situação nas redes sociais.

“Tivemos que parar porque o ônibus onde a gente viajava foi atacado com dois objetos contundentes. E a pedra que caiu, caiu diretamente no segundo motorista, que neste momento está ferido e vamos levá-lo a um centro de emergência.”

O Brasil anunciou que pretende manter o planejamento de ajuda humanitária à Venezuela, mesmo após o fechamento da fronteira. A estimativa é fazer chegar à região fronteiriça alimentos e remédios neste sábado (23).

Fonte EBC Notícias

123 Visualizações