Mulher agredida na Barra da Tijuca é mãe do lutador Rayron Gracie

By | fevereiro 18, 2019
Mulher agredida na Barra da Tijuca

Rayron Gracie usou seu perfil no Instagram para se declarar à mãe, Elaine Peres Caparroz, de 55 anos, espancada durante quatro horas no primeiro encontro que teve com um homem. O advogado Vinícius Batista Serra, de 27 anos, foi preso por tentativa de feminicídio. Ele alegou à polícia que bebeu vinho e teve um surto quando acordou.

“Te amo, mãe”, escreveu Rayron. O lutador logo ganhou o apoio de centenas de pessoas, entre elas nomes conhecidos, como o comentarista e ex-atleta Flávio Canto, o skatista Bob Burnquist, o ator Dudu Azevedo e a lutadora Kyra Gracie. Ela, além de comentar na postagem de seu primo Ryron, também comentou o caso em seu perfil na rede social.

“Com uma dor no coração venho falar com vcs sobre esse episódio de tentativa de homicídio… A gente nunca acha que pode chegar tão perto de nós. É uma sensação horrível, de aperto no peito, mãos atadas…”

Quarenta pontos na boca

Irmão de Elaine, Rogério Peres disse que ela levou quase 40 pontos dentro da boca. Também sofreu fratura no nariz e nos ossos da órbita (região próxima aos olhos). Elaine passará por uma avaliação nesta segunda-feira com um médico bucomaxilofacial. Ela fez uma tomografia, que não apontou danos neurológicos. Elaine também perdeu um dente.

— Ontem (domingo) à noite ela estava estável, e os médicos estão acompanhando a evolução do caso. Os traumas em si é que estão muito ruins — disse ele.

Um boletim médico divulgado na manhã desta segunda-feira informou que Elaine será transferida da UTI para um quarto. Segundo o informe, ela segue em estado estável e permanecerá em observação.

922 Visualizações
Compartilhe